Bolhas: Como recuperar os pés após o carnaval

Image

Fotos by M de Mulher

Vamos dar uma de videntes e já prevemos que neste carnaval você fez jus ao ditado “Atrás do trio elétrico, só não vai quem já morreu”. Por isso, dançou, pulou, brincou, até não poder mais. Ou ainda, participou de inúmeros blocos de carnaval, marcinhas, trios, e tudo que tinha direito. Que maravilha!!

Mas aí…Chegam as consequências e um dos mais afetados são os pés, que surgem maltradados e com uma nova companhia que proliferou intensamente chamada BOLHAS!

Para ajudá-los a combater estas penetras, que aparecem com excesso de atrito causado por calçados e meias utilizadas de forma inadequada, apresentamos algumas dicas de especialistas:

1º LUGAR

Não fure as bolhas. Isso evita o risco de infecções. Elas secam sozinhas em cerca de 1 dia e a pele desprenderá por volta de 1 ou 2 semanas.

Enquanto isso:

Curativos – Utilize um curativo com vaselina e micropore até que ela seque.Pode-se ainda utilizar pomadas cicatrizantes

Exposição ao Sol – Evite expôr diretamente ao sol para não ter manchas na região

Higienização – Lave diariamente a área e de preferência, utilize sabão antibacteriano

IMPORTANTE: Pacientes diabéticos o cuidado é ainda maior. Ao surgimento de bolhas, comunique seu médico, pois o processo de cicatrização nestes casos é mais complicada.

Agora que já sabe como tratá-las, vamos aprender como evitá-las também, certo?

Prevenção

Talco – enxugue bem os pés, especialmente entre os dedos, e passe um talco específico

Chinelos – Usá-los ou ficar descalço é um carinho para os pés. Além disso, aplique cremes que mantenham a pele hidratada para ficar mais resistente às agressões

Sapatos novos – Calce-os dentro de casa, durante 30 minutos, por vários dias, até que estejam confortáveis e macios. Só depois disso use para sair.

 

Informações obtidas:
Sites Saúde/portal Terra, M de Mulher,

Dermatologista Denise Steiner

Podólogos Gisele Cristina da Silva e Orlando Mandella Jr

 

 

Inove na sua fantasia de carnaval e aproveite a folia

“Olha o carnaval chegando aí gentee!!”

Se tivessémos em algum bloco de rua, certamente esta seria uma das frases que escutaríamos! Sim, caros e caras leitoras do nosso blog, o carnaval já está aí. É tempo de brincar, se divertir, pular, dançar, namorar, até cansar.

E o melhor: esta maravilhosa festa tem para todos os gostos e bolsos: você pode ir desde um camarote do Carnaval de Salvador ou Rio de Janeiro, por exemplo, com vista privilegiada, comes e bebes em abundância ou pode mesmo é participar de um dos inúmeros blocos de carnavais rua que existe pelo Brasil, pegar sua fantasia, junto com namorado, marido, amigos e cair na folia!!

A fantasia!?! Será que ainda há tempo para arrumar ou criar uma fantasia para fazer do seu carnaval, sair linda e bela e se divertir até o sol raiar!? Nós respondemos que sim. Obviamente existe no mercado inúmeras opções de fantasias para alugar e cada ano este segmento inova mais. Porém, utilizar o que temos em casa, além de ser super criativo, faz uma boa economia nestes dias de festa, certo? E se além de ser criativo, econômico, a fantasia ainda te ajudar a cuidar da saúde, aí sim fica PERFEITO!

Para nossas clientes e amigas atenadas da Yoga Modeladores, fica a nossa dica: Escolha um novo e belo espartilho ou maio modelador (que funciona muito bem como body), coloque uma saia chic, divertida e confortável, alguns outros acessórios à sua escolha e vá atrás bloco!

A estampa de oncinha além de nunca sair de moda e mesmo para quem não sabe como usar no dia-a-dia, no carnaval é o momento ideal para criar e deixar os receios como este de lado. E a bolinha é também uma estampa muito utilizada, mais discreta e relembra a moda anos 60, algo mais retrô – que também combina muito bem com carnaval! E ainda, tem todos os benefícios do uso de um Modeladores Yoga, que você já conhece.Para saber mais e adquirir o seu, é só entrar no nosso site e escolher a sua opção: www.minhacintamodeladora.com.br

Depois dessas dicas é só descobrir quais são as músicas do carnaval deste ano e já ir decorando. Ou ainda, sair cantando as clássicas:

“Ô abre-alas que eu quero passar!”